Peraí,volto já ;)

RicamatsuDestralha

#destinopositivo #féinabalável #gratidãosempre

Copyright © Destralha | Design by WebSuccessAgency

Mais alívio para a vida!

Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

10 neuras online destralhadas para seu sossego


A tecnologia é fantástica quando sabemos distribuí-la de forma equilibrada em nossa balança vital. Um dos seus lados não tão legais é o excesso de informações que nos bombardeia a toda hora. As empresas criam novas funcionalidades para "agilizar" nosso desempenho na interação virtual. Por quê? Vivemos sob uma crença de que existe "tempo a perder".

Acreditando nisso nós aceleramos as coisas e queremos respostas rápidas de nossos amigos, familiares, contatos, empresas... e o pior: exigimos respostas rápidas de nós mesmos. Ao invés de respeitar o tempo, cultivamos o sentimento de perda e caímos na armadilha das neuras.

A boa notícia é que quem possui o controle de tudo é você! Cada um tem seu ritmo e está no seu tempo e espaço. Essas neuras virtuais são tralhas que se carrega. Então destralha o sentimento de perda e seja feliz. :)

Tralha 1. ​Responder todas as mensagens na hora
Destralha: Responda no seu tempo, coisas urgentes não dependem de redes sociais.

Tralha 2. Sente culpa por não responder (e o mais rápido possível)
Destralha: Sinta-se livre, a culpa é o pior sentimento do Universo Astral Megacósmico rs..

Tralha 3. Acorda e vai direto para o computador antes de tomar café
Destralha: Tome seu café com tranquilidade.

Tralha 4. Preocupa-se com sua reputação online
Destralha: As aparências enganam (imagina no virtual).

Tralha 5. Sente-se culpado por sair de grupos na web
Destralha: O mesmo do número 2 (ainda mais em grupo).

Tralha 6. Deixa seu celular online 24 horas para "não perder oportunidades"
Destralha: Talvez você perca um sorteio. Ninguém perde oportunidades sem possuí-las antes.

Tralha 7. Julga as pessoas pelo comportamento virtual
Destralha: Troque o julgar pelo compreender.

Tralha 8. Sente-se injustiçado quando alguma rede social fica fora do ar
Destralha: Agora você tem um alívio para a culpa dos itens 2 e 5 :/

Tralha 9. Não consegue ficar nem 1 hora por dia sem contato com seu smartphone
Destralha: "O momento foi tão bom que esqueci de tirar fotos..."

Tralha 10. Tem o pensamento de que "Hoje ninguém vive sem as redes sociais!"
Destralha: Ninguém vive sem redes sociais, mas Alguém vive sim.

Como diz meu amigo Osho: "Relaxe. Nada está sob controle."

domingo, 5 de junho de 2016

Um guia para fazer intercâmbio de forma econômica e independente



"Procurávamos fazer intercâmbio na Nova Zelândia para aprender inglês. Aí, nenhuma agência atendeu as expectativas, seja por nossas preferências ou mesmo por nosso orçamento. Então resolvemos fazer tudo por nossa própria conta. Resultado: economia, grandes experiências e vivências inesquecíveis!"

O "INTERCÂMBIO PRA DOIS" é um Mini Guia sobre como fazer intercâmbio de forma independente. Rica Matsu e Priscila Paula compartilham dicas simples e econômicas para viver num dos países mais incríveis do planeta.

Ao contrário dos livros de viagens convencionais, este não tem fotos nem conta histórias. É um miniguia feito de estratégias de economia que descobrimos e aplicamos durante da viagem. Juntamos a pegada intercambista com o espírito mochileiro e extraímos o melhor em dicas simples, experiências reais e informações diretas sobre como é viver na Nova Zelândia.

É pra você que mete as caras e faz por conta própria. Pra vocês dois que estão marcando uma viagem juntos. Pra quem escolheu a Nova Zelândia como destino para destralhar e viver novas aventuras.

Viajar é transformador. Potencializa nossas vidas. Recarrega nossas energias! Qual foi a última vez que você realizou um sonho pela primeira vez? Para comprar o e-book é só clicar no botão abaixo.



Por R$ 12,99



INTERCÂMBIOPRADOIS [Nova Zelândia]
COMO FAZER SEU INTERCÂMBIO INDEPENDENTE

Formato: e-book PDF | Páginas: 56 | Preço: R$ 12,99



sábado, 23 de abril de 2016

Para você que acha que pode mudar o mundo


"Desfaça tudo que a sociedade fez de você. Obviamente você precisará de muita coragem, pois quando começa a desfazer o que a sociedade fez de você, você perderá o respeito dela. Você parecerá estranho às pessoas. Você parecerá excêntrico. Isso é coragem no mais alto grau - adotar um tipo de vida em razão do qual as pessoas começam a achá-lo excêntrico." Esse trecho de uma das falas do Osho é o que resume minha vida neste exato momento. E por isso escrevo para quem se identifica com essa pegada.

Não se trata de mudar o mundo. Pelo menos pra quem necessita de uma mudança em sua vida. Pra quem deseja apenas se adequar ao padrão, as atitudes "extra-normais" são vistas como arrogância de mudar o mundo. A questão é que há um equívoco nesse pensamento: o mundo não precisa mudar. Na verdade, o que precisa de mudança somos nós.

E quando se refaz esse pensamento, essa ideia sobre mudar o mundo, trocando "o mundo" para o "nosso próprio mundo" vamos ver que existem muito mais possibilidades de ter uma vida boa. Tudo pode se representar como um grande aquário onde vivemos. Cercados por um campo invisível e rígido ao mesmo tempo. Aí tem aquelas fotos do peixe pulando para outro aquário, ou um aquário maior; sozinho ou acompanhado etc. Vale a pena também, resolve muitos problemas. Mas te proponho o seguinte: Quebre o aquário. Expanda seus limites e não dependa da água que te colocaram dentro para viver. Evolua a si mesmo para respirar todo o oxigênio que a vida oferece.

Cada pessoa é um mundo diverso e parece muito complicado ser diplomata. Você é grandioso, não apenas um mero cidadão. Não é apenas brasileiro ou qualquer indivíduo atrelado a uma nação. Nem chinês, russo, indiano, ou qualquer pessoa ligada a seu país de origem. Cada um é um mundo único repleto de informação, conhecimento e talento. Cultura, jeito de ser, natureza - e sim, tem muitos locais e paisagens internas que podem ser visitadas. Cada ser é um pessoa procedente de seu próprio mundo, avançando na vida para melhorar a própria política.

Ser excêntrico é só um jeito mal interpretado de dizer que se "tem personalidade". Você é excêntrico e talvez ainda não tenha descoberto, ou apenas conhece parte. Você pode ser a Ana que veio da Analândia o Richard que veio da Richardland, quem sabe a Maria que nasceu na República de Mary. Se lembra do Fantástico mundo de Bob? Pense diferente a respeito da vida em sociedade. O objetivo é a harmonia entre todos. Ótimo, sempre foi. E quando você começar a considerar cada um como um mundo ficará feliz ao ver que as atitudes dos outros para mudar o mundo - que é o seu próprio mundo - são muito legais, motivadoras e que beneficiam a todos!

E se estas atitudes vão mudar ou não o mundo preconcebido de antes, não importa. O que interessa é que estará evoluindo para que quando acontecer um contato diplomático entre um e outro, será motivado pela curiosidade, compartilhamento e celebração da vida. Para você que acha que pode mudar o mundo, você está certo! Agora, é preciso muito mais força e coragem do que se fosse para mudar o "mundo". Você estará, antes de mais nada, mudando a si mesmo. Sabendo disso ao não, você já é a mudança que você quer ver no mundo!

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Destralhando a casa com humor e propósito


Fevereiro. Segundo a crença brasileira, o ano só começa depois do Carnaval. E antes que o samba comece, aqui vai uma dica boa para começar o ano. Tá certo que já passou um mês, mas é certo que muita gente ainda está esperando março chegar para "começar". Então vamos aproveitar isso para mudar também essa crença. A dica é: faça um destralha de coisas na sua casa!

O case aqui é muito bem humorado. Roberto Caruso é humorista, ele tinha tudo para ter em casa um caminhão de coisas guardadas e entulhadas. Quem faz humor com diversos personagens precisa ter uma grande quantidade de objetos, acessórios e figurinos para dar a cada um deles sua personalidade na hora das apresentações. Ao contrário disso, ele fez logo na primeira semana do ano a "Garagem da Pechincha". Caruso e sua companheira Dani colocaram tudo que tinham em excesso na garagem e venderam, muito divertidamente. De aparelho telefônico a bicho de pelúcia.

 Tralhas da Garagem da Pechincha do humorista Roberto Caruso.

Além de vender, também doaram e presentearam o que sobrou. A sensação foi ótima, ele disse, e até fez uma reflexão cheia de humor com o Destralha: "Sem perceber acabamos acumulando coisas que não vão servir pra nada, é a famosa TRALHA, portanto na hora de abrir espaço para novas riquezas não se DISTRAIA....DISTRALHA!". Show demais! Caruso faz Humor com Propósito, tudo a ver com a leveza da nossa busca pelo simples. O humor é uma das maiores ferramentas que destralham energias pesadas, deixa tudo mais leve e divertido de viver.

Pode ser antes ou depois do ano começar. A qualquer tempo é hora de fazer um limpa na vida começando pelas coisas materiais. Quando você fizer isso vai sentir leveza e permitir entrar o bem, a riqueza da vida, o novo. Vamos fazer deste ano um verdadeiro ano novo! Começar pela casa, abrir espaço e deixar fluir. Isto vai movimentar suas energias. Vamos!