Peraí,volto já ;)

RicamatsuDestralha

#destinopositivo #féinabalável #gratidãosempre

Copyright © Destralha | Design by WebSuccessAgency

Mais alívio para a vida!

Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Porque é importante ter os pés no chão



Escrevi um artigo anteriormente que falava sobre a conexão e pés descalços. O que seria o nosso isolamento com a terra. É como se os nossos sapatos emborrachados estivessem nos separando da natureza. Assim como na eletricidade, nós também precisamos de um aterramento para equilibrar as energias e descarregar os excessos.

Antes de vir para a Nova Zelândia ouvi dizer que havia pessoas que andavam descalças por todo lado: nas calçadas da cidade, no supermercado, na rua. Claro, que desconfiei logo. Como assim? Já imaginou você ir para o trabalho descalço? Sair de casa de pé no chão, pegar o ônibus e andar pelas ruas sentindo a temperatura do solo na sola dos pés. Parece loucura, coisa de doido!

 

Pois bem! Aqui em Wellington, capital da NZ, isso acontece mesmo!!! É fácil encontrar pessoas descalças andando nas ruas, inclusive quando faz frio. E não são pessoas sem condições; pessoas comuns andam livremente com pés pelados no asfalto! Ainda não tive oportunidade de saber mais detalhes sobre isso. O que posso dizer que isto é completamente normal por aqui. Não tem um dia que não saio de casa sem encontrar alguém descalço na rua.


As pessoas aqui tem uma ligação muito forte com o meio ambiente e com a natureza. Isto me fez refletir o quão conectados (literalmente) eles estão. Talvez seja por isso que valorizam tanto o bem-estar e não ligam para “o que está na moda” ou se preocupam em estar vestidos com as roupas ou calçados das marcas mais famosas. Semana passada, vi uma jovem bem vestida, com bolsa bonita, cabelo arrumado, bem apresentável como qualquer pessoa que se arruma para ir trabalhar, porém, descalça!


Definitivamente, isso é puro minimalismo. Dar importância a estar à vontade, sentindo-se bem com os pés livres, ao invés de ostentar marcas e vaidades como usar sapatos da moda que, a cada estação são considerados obsoletos e “fora da moda”. Uma incrível curiosidade daqui que nos faz pensar o quanto substituímos nossas raízes por coisas sintéticas que supostamente nos fazem bem.

Sem contato direto com a terra podemos ser eletrocutados a qualquer momento pelo fio desencapado do consumismo. Este sim é o maior choque de realidade. E aí? Quando foi a última vez que você caminhou descalço, sentiu a terra e se sentiu aterrado na natureza?


3 comentários:

Valéria disse...

Caracas! Que maneiro! Uma comunhão muito profunda com a natureza. Admirável!

Rica Matsu disse...

A palavra é essa Valeriá! Comunhão! Disse tudo adorei! haha

Anônimo disse...

queria morar lá

Postar um comentário