Peraí,volto já ;)

RicamatsuDestralha

#destinopositivo #féinabalável #gratidãosempre

Copyright © Destralha | Design by WebSuccessAgency

Mais alívio para a vida!

Tecnologia do Blogger.

sábado, 6 de setembro de 2014

Declare-se (CUIDADO!)



Lembre-se agora. Quantas vezes você já gostou de alguém? Vale ficante, namorad@, amor platônico, uma atração fatal momentânea, até mesmo um amigo. Quantas vezes você gostou e não falou? Se você lembrou do nome, do rosto, da pessoa em muitos detalhes (ou seja, não esqueceu) pode ser que ainda tenha um desejo latente aí dentro.

Independente de qualquer coisa, é um estado de amor sufocado. Não revelado. E pode estar ocupando um espaço na sua vida que poderia estar sendo dedicado a alguém especial e, principalmente, presente.

Você poderia estar vivendo esse amor de verdade, com a pessoa em questão ou com alguém novo em sua vida. Porque quando o cupido vem e o coração está ocupado demais, cheio demais, a flecha não entra. Ele se cansa e busca outros candidatos abertos a um novo amor, uma nova paixão.

Então vamos provar que o destralha faz bem e não é apenas sobre coisas materiais. Vamos a um desafio de destralha do amor? Isto é um exercício de liberação de energia que vai abrir um espaço, uma vaga no coração. E depois disso quem sabe o cupido não atinja o alvo em cheio!

Se você sentiu uma pequena pontada de flecha, se identificou: DECLARE-SE! Procure a pessoa e fale. Destralhe. O ideal é uma conversa sincera cara-a-cara. Mas vale torpedo, ligação, e-mail, whatsapp, postagem, enfim. E se ainda está com receio, vale até contar naquele aplicativo Secret de forma anônima.

O importante é destralhar este sentimento que ocupa uma quantidade preciosa da sua capacidade de amar. Quando você declara e externaliza, destralha, torna-se receptivo para que novas possibilidades aconteçam. E aí, tem coragem? Ousado, não? Comenta aqui sua opinião. E quem sabe o resultado!


Um comentário:

Hele Alv disse...

Ouvi falar que amor não expresso acumula doença. *-*

Postar um comentário